Notícias

Novidades na área da comunicação e tecnologia

Delegação multi-sectorial visita Brasil

23/05/2013

Visita, Luanda - Uma delegação multi-sectorial, chefiada pelo secretário de Estado das Telecomunicações, (...)
Visita, Luanda - Uma multi-sectorial, chefiada pelo secretário de Estado das Telecomunicações, Aristides Cardoso Frederico Safeca, seguiu hoje, quinta-feira, para o Brasil, onde vai inteirar-se do funcionamento da televisão terrestre naquele país. Em declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o secretário de Estado esclareceu que a missão enquadra-se no processo de criação de condições por parte do Executivo angolano. Aristides Cardoso recordou que em 2006, os países da SADC, incluindo Angola, assinaram na cidade de Genebra, na Suíça, o acordo de adesão à norma de migração da transmissão analógica para a até 2015. A televisão digital, continuou, usa um sistema de modulação e compressão para enviar vídeos, áudios e sinais de dados aos aparelhos, isto proporcionará a transmissão e a recepção de uma maior quantidade de conteúdo para uma mesma frequência (ou canal). Em 2011, o Governo angolano iniciou o processo transição para televisão digital, adoptando o padrão ISDB-T. A meta é concluir a migração até 2015. Durante a sua permanência no Brasil, a comitiva angolana vai visitar a Universidade Mackenzie, que trabalhou na definição da norma de televisão terrestre, hoje utilizada naquele país. O grupo visitará igualmente algumas emissoras de televisão que utiliza a referida norma, bem como institutos ligados à pesquisa e o de telecomunicações (INATEL). Domingo, a vai deslocar ao Uruguai com o mesmo propósito e participar no Fórum Internacional da Norma O ISDB-T. (Radiodifusão de serviços integrados terrestre) e o DVB-T2 (Radiodifusão de vídeo digital). Integram ainda a comitiva, o secretário de Estado para Tecnologia, Pedro Teta, o director Nacional das Telecomunicações e responsáveis da Televisão Pública de Angola, da Rádio Nacional e um representante da Casa Civil. 
digitaldelegaçãomulti-sectorialvisita

Necessita de um software para automatização da gestão de redes sociais?

Recomendamos SocialPilot