Notícias

Novidades na área da comunicação e tecnologia

Ministério da Ciência e Tecnologia e Samsung lançam escola solar móvel

30/05/2013

Tecnologia de ensino, Luanda – A ministra da Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Teixeira, inaugurou hoje, quinta-feira, (...)
Tecnologia de ensino, Luanda – A ministra da Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Teixeira, inaugurou hoje, quinta-feira, em Luanda, a primeira móvel, numa parceria entre o seu ministério, a Samsung e a operadora de telefonia móvel Unitel. Durante o acto de inauguração, a governante disse que este laboratório informatizado móvel vai contribuir para a instrução e aprendizagem e na melhoria da qualidade de vida, na erradicação da pobreza e promoção do desenvolvimento sustentável, bem como impulsionará os sectores estratégicos como educação, saúde e outros. “Este laboratório vai às comunidades isoladas de Angola e, por ser alimentando por energia fotovoltaica (solar), levará a tecnologia de informação e comunicação (TIC) às áreas mais recônditas do país, mormente às escolas públicas, com a instalação de laboratórios de informática e acesso a internet”, disse. Por seu turno, o representante da Samsung Angola, José Oliveira, disse que a orçou em aproximadamente 60 ou 70 mil dólares norte-americanos, mas em função das necessidades o valor pode aumentar ou diminuir, tendo em conta a diminuição ou aumento de conteúdos. A escola, que neste momento encontra-se no espaço do Centro Nacional de Investigação Cientifica (CNIC), comporta 22 lugares, incluindo o do orientador, um quadros electrónicos bancos interactivos (E-board) da Samsung e uma impressora multifunções.   Segundo o responsável, o espaço contentorizado de 12 metros terá ainda uma potencialidade de livros electrónicos para pessoas das áreas rurais, num projecto de longo prazo com painel com tempo útil de 15 anos e baterias de oito a nove anos de duração.   Acrescentou que o sistema aguenta até 36 horas quando não estiver em contacto com a luz solar, que é pouco provável que aconteça em climas como o de Angola, tendo sido ainda produzido especialmente para aguentar o clima africano com painéis de borracha, invés de vidro. “Após as aulas das crianças, o mesmo funcionará como centro de educação de adultos, sendo que nos finais de semana será centro comunitário, de forma a servir todos os utentes. A Unitel garante durante um ano acesso à internet 3G ou satélite grátis, devendo fornecer igualmente computadores para os alunos. Para tornar o projecto exequível, vai garantir formação dos professores.
tecnologiaciênciasolarsamsungescola

Necessita de uma solução profissional para eMail Marketing? Recomendamos AWeber Pro!

Mais detalhes