Insights

Novidades do sector da comunicação e tecnologia

“É expectável que mais anunciantes portugueses se juntem a nós e ao 1 milhão de anunciantes ativos”

27/06/2013

O trabalho nos últimos seis meses tem sido mais de backstage, sem grande visibilidade na comunicação, mas Paulo Barreto garante (...)
O trabalho nos últimos seis meses tem sido mais de backstage, sem grande visibilidade na comunicação, mas Paulo Barreto garante que já há resultados animadores para o desenvolvimento do negócio do Facebook em Portugal e a transformação do interesse dos utilizadores da rede social em receitas. Depois de sair da Google, onde foi também o rosto do negócio em Portugal, Paulo Barreto explicou ao TeK estratégia que desenvolve desde fevereiro no Facebook, sem revelar números, e a aposta no mobile. TeK: De que forma a sua entrada no Facebook como representante para Portugal pode dinamizar a presença comercial em Portugal e, naturalmente, a receita ? Paulo Barreto: O Facebook é uma plataforma de comunicação global que oferece a possibilidade de chegar a mais de mil milhões de pessoas em todo o mundo. Isto é uma grande oportunidade para as empresas portuguesas, sejam grandes marcas ou pequenos negócios ou até empreendedores. O meu papel central é potenciar a utilização de todas as ferramentas que existem junto destas marcas, ajudando-as a atingir os seus objetivos, seja em awareness ou vendas. TeK: Ao fim de quatro meses de “trabalho” já está a conseguir transformar o interesse dos portugueses pelo Facebook em receitas? P.B.: Sim, muito embora ainda estejamos na fase de desenvolvimento do mercado. É um “trabalho” contínuo mas com sinais muito animadores. TeK: Qual é a “fatia” de mercado que acha que o Facebook pode conseguir ainda este ano em Portugal e a médio prazo? P.B.: Não revelamos dados isolados. Considero que o Facebook é, de longe, uma das melhores ferramentas para que as empresas portuguesas possam obter resultados mensuráveis e temos várias soluções dependendo dos objetivos dos anunciantes. O Facebook é o site com maior tráfego em Portugal, onde conta com mais de 4 milhões de utilizadores, e de longe o site onde os utilizadores passam mais tempo. Como tal, é expectável que mais anunciantes portugueses se juntem a nós e ao 1 milhão de anunciantes ativos que já temos na nossa rede social. TeK: De que forma é que a componente mobile pode ter um papel relevante, dado o entusiasmo dos utilizadores portugueses pelas apps? P.B.: O Facebook é um negócio mobile. Cerca de 30% das suas receitas vem do mobile. A penetração de smartphones em Portugal ainda é menor que a média europeia mas não para de aumentar. Logo, acredito que somos um país muito interessante para a penetração dos vários produtos mobile que o facebook oferece, como por exemplo o Mobile App Install Ads ou os anúncios no Newsfeed Mobile, que têm cada vez mais tráfego. TeK: O seu papel será mais comercial ou também servirá de “pivot” para intermediar outro tipo de questões, nomeadamente relacionadas com empresas, violação de marcas ou questões de privacidade e ligação às autoridades? P.B:: O Facebook é uma empresa global e por isso todos os contextos do nosso negócio também o são. O meu papel central é desenvolver o negócio no mercado português com parceiros-chave como as agências de meios e as agências criativas e digitais em Portugal. TeK: Visto que “lançou” o negócio da Google em Portugal e agora lança o do Facebook, quais são as principais diferenças entre os dois projetos e os principais desafios que se abrem? P.B.: Posso apenas afirmar que as oportunidades do Facebook fizeram-me aceitar este novo projeto em Portugal e ajudar todas as marcas e empresas em Portugal a terem mais sucesso através das várias ferramentas publicitárias e de geração de negócio que o Facebook oferece. Acredito que, da mesma forma que a imprensa foi o meio dominante até meados dos anos 50 e a televisão até meados da última década, o digital será o meio dominante nos próximos 10 anos e o Facebook um dos players mais importantes dentro do digital e do mercado como um todo. Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico Fátima Caçador O trabalho nos últimos seis meses tem sido mais de backstage, sem grande visibilidade na comunicação, mas Paulo Barreto garante que já há resultados animadores para o desenvolvimento do negócio do Facebook em Portugal e a transformação do interesse dos utilizadores da rede social em receitas. Depois de sair da Google, onde foi também o rosto do negócio em Portugal, Paulo Barreto explicou ao TeK estratégia que desenvolve desde fevereiro no Facebook, sem revelar números, e a aposta no mobile. TeK: De que forma a sua entrada no Facebook como representante para Portugal pode dinamizar a presença comercial em Portugal e, naturalmente, a receita ? Paulo Barreto: O Facebook é uma plataforma de comunicação global que oferece a possibilidade de chegar a mais de mil milhões de pessoas em todo o mundo. Isto é uma grande oportunidade para as empresas portuguesas, sejam grandes marcas ou pequenos negócios ou até empreendedores. O meu papel central é potenciar a utilização de todas as ferramentas que existem junto destas marcas, ajudando-as a atingir os seus objetivos, seja em awareness ou vendas. TeK: Ao fim de quatro meses de “trabalho” já está a conseguir transformar o interesse dos portugueses pelo Facebook em receitas? P.B.: Sim, muito embora ainda estejamos na fase de desenvolvimento do mercado. É um “trabalho” contínuo mas com sinais muito animadores. TeK: Qual é a “fatia” de mercado que acha que o Facebook pode conseguir ainda este ano em Portugal e a médio prazo? P.B.: Não revelamos dados isolados. Considero que o Facebook é, de longe, uma das melhores ferramentas para que as empresas portuguesas possam obter resultados mensuráveis e temos várias soluções dependendo dos objetivos dos anunciantes. O Facebook é o site com maior tráfego em Portugal, onde conta com mais de 4 milhões de utilizadores, e de longe o site onde os utilizadores passam mais tempo. Como tal, é expectável que mais anunciantes portugueses se juntem a nós e ao 1 milhão de anunciantes ativos que já temos na nossa rede social. TeK: De que forma é que a componente mobile pode ter um papel relevante, dado o entusiasmo dos utilizadores portugueses pelas apps? P.B.: O Facebook é um negócio mobile. Cerca de 30% das suas receitas vem do mobile. A penetração de smartphones em Portugal ainda é menor que a média europeia mas não para de aumentar. Logo, acredito que somos um país muito interessante para a penetração dos vários produtos mobile que o facebook oferece, como por exemplo o Mobile App Install Ads ou os anúncios no Newsfeed Mobile, que têm cada vez mais tráfego. TeK: O seu papel será mais comercial ou também servirá de “pivot” para intermediar outro tipo de questões, nomeadamente relacionadas com empresas, violação de marcas ou questões de privacidade e ligação às autoridades? P.B:: O Facebook é uma empresa global e por isso todos os contextos do nosso negócio também o são. O meu papel central é desenvolver o negócio no mercado português com parceiros-chave como as agências de meios e as agências criativas e digitais em Portugal. TeK: Visto que “lançou” o negócio da Google em Portugal e agora lança o do Facebook, quais são as principais diferenças entre os dois projetos e os principais desafios que se abrem? P.B.: Posso apenas afirmar que as oportunidades do Facebook fizeram-me aceitar este novo projeto em Portugal e ajudar todas as marcas e empresas em Portugal a terem mais sucesso através das várias ferramentas publicitárias e de geração de negócio que o Facebook oferece. Acredito que, da mesma forma que a imprensa foi o meio dominante até meados dos anos 50 e a televisão até meados da última década, o digital será o meio dominante nos próximos 10 anos e o Facebook um dos players mais importantes dentro do digital e do mercado como um todo. Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico Fátima Caçador
facebookportugalanunciantesnegóciomobilecomunicaçãobarretoportugueses

Necessita de um sistema de email profissional na Cloud?

Adira já ao Google Workspace

Uso de Cookies

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador e alimentar os sistemas estatísticos da plataforma. Ao continuar estará a aceitar a utilização dos mesmos.

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital

facebook

portugal

outubro

shopify porto

agencia de comunicação digital

mobile

agencia seo

agencia shopify

agencia digital porto

agencia digital