Insights

Novidades do sector da comunicação e tecnologia

Mais de 1.000 museus para visitar sem apanhar chuva no Google Cultural Institute

21/01/2016

A celebrar cinco anos o Google Cultural Institute aumentou a oferta disponível online de coleções e exposições de arte. Entre (...)
A celebrar cinco anos o Google Cultural Institute aumentou a oferta disponível online de coleções e exposições de arte. Entre as novidades há mais exposições portuguesas para ver no site, que também lhe dá acesso a manifestações culturais divulgadas do outro lado do mundo.O site passa a incluir mais de 1.000 museus e instituições a nível global. Entre as novidades há para ver 100 novas coleções de museus, 200 novas estórias interativas, 50 coleções de imagens integradas no Street View e 10 mil novos artefactos, revela a Google.Portugal ganha força no projeto com novas exposições sobre a renda de bilros ou a arte sineira e as técnicas de produção e toque manual, da responsabilidade da Universidade do Porto. Também passa a estar disponível no Google Cultural Institute uma exposição do Museu Calouste Gulbenkian que inclui arte egípcia, quadros de pintores do século XV a XVII e produções artísticas originárias da Pérsia ou da Turquia, bem como três exposições do Museu de São Roque.    O Google Cultural Institute arrancou com conteúdos de 17 museus, tem avançado para novas parcerias até chegar ao milhar de museus que agora anuncia e que reflete novidades com centros de arte em todo o mundo. O emblemático Guggenheim de Nova Iorque é um dos exemplos. A partir do site da Google passa também a ser possível ver mais de 150 obras de arte lá expostas, ou descer a famosa rotunda do museu através do Street View.Na galeria abaixo pode ver algumas imagens das novas exposições e mostras disponíveis no Google Cultural Institute.   A celebrar cinco anos o Google Cultural Institute aumentou a oferta disponível online de coleções e exposições de arte. Entre as novidades há mais exposições portuguesas para ver no site, que também lhe dá acesso a manifestações culturais divulgadas do outro lado do mundo.O site passa a incluir mais de 1.000 museus e instituições a nível global. Entre as novidades há para ver 100 novas coleções de museus, 200 novas estórias interativas, 50 coleções de imagens integradas no Street View e 10 mil novos artefactos, revela a Google.Portugal ganha força no projeto com novas exposições sobre a renda de bilros ou a arte sineira e as técnicas de produção e toque manual, da responsabilidade da Universidade do Porto. Também passa a estar disponível no Google Cultural Institute uma exposição do Museu Calouste Gulbenkian que inclui arte egípcia, quadros de pintores do século XV a XVII e produções artísticas originárias da Pérsia ou da Turquia, bem como três exposições do Museu de São Roque.    O Google Cultural Institute arrancou com conteúdos de 17 museus, tem avançado para novas parcerias até chegar ao milhar de museus que agora anuncia e que reflete novidades com centros de arte em todo o mundo. O emblemático Guggenheim de Nova Iorque é um dos exemplos. A partir do site da Google passa também a ser possível ver mais de 150 obras de arte lá expostas, ou descer a famosa rotunda do museu através do Street View.Na galeria abaixo pode ver algumas imagens das novas exposições e mostras disponíveis no Google Cultural Institute.  
googleculturalinstituteexposiçõesartemuseusonlinecoleções

Necessita de uma loja online de alto rendimento e performance para escalar as suas vendas?

Conheça o Shopify Plus

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute

google

julho

exposições

novembro

março

janeiro

abril

junho

cultural

institute