Insights

Novidades do sector da comunicação e tecnologia

Papa Francisco perdoa pecados a seguidores do Twitter

Até agora só quem visse o Papa ao vivo tinha direito ao perdão do líder máximo da igreja católica. Mas com a cada vez maior (...)
Até agora só quem visse o Papa ao vivo tinha direito ao perdão do líder máximo da igreja católica. Mas com a cada vez maior presença das novas tecnologias vai haver uma alteração no conceito.O Papa Franciso está comprometido com as novas tecnologias e vai conceder indulgências, perdões aos pecados feitos pelas pessoas e já absolvidos, aos seguidores da conta @pontifex no Twitter. A igreja católica mostra assim que está apostada em adotar as novas tecnologias como uma forma de manter a ligação entre devotos de todo o mundo. As indulgências são uma das tradições mais antigas da igreja católica e permitem que os seguidores da religião diminuam o tempo que passam no Purgatório depois da morte através de atos de fé durante o tempo de vida. Assistir e participar em alguns eventos onde o Papa marca presença é uma dessas formas. As "indulgências 2.0" chegam numa altura em que os jovens que não puderem participar na Jornada Mundial da Juventude que vai ter lugar no Brasil, e onde Papa vai estar, têm assim uma outra forma de manter o contacto e mostrar o seu compromisso com a religião. Mas o presidente do Pontifício Conselho para a comunicação social, Claudio Maria Celli, em declarações ao Corriere della Sera e reproduzidas por vários meios de comunicação social, avisa: “Não se obtém indulgências como se consegue um café de uma máquina de venda automática”. Para que o perdão exista, os tweets e imagens partilhados pelo Papa Franciso do encontro no Brasil têm que produzir um efeito espiritual genuíno no coração das pessoas, acrescentou o monsenhor. A novidade da obtenção da indulgência através da rede social foi anunciada pelo arcebispo português no início de junho, escreve o diário italiano, e foi aprovado e decretado pela Penitenciária Apostólica no dia 24 do mês passado. No final de abril o Papa Francisco contava com seis milhões de seguidores no Twitter e em dois meses e meio conseguiu reunir mais um milhão de pessoas na sua audiência através da rede de microblogues. Segundo escreve a imprensa internacional, existem planos para que o Papa também tenha um perfil no Pinterest onde vão ser publicadas imagens dos vários eventos e encontros onde o líder da igreja católica marca presença. Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
papa igreja católica onde seguidores

Construa a sua loja online profissional com o parceiro português da Shopify

Venha conhecer as vantagens!