Insights

Novidades do sector da comunicação e tecnologia

Site de torrents isoHunt volta à vida com 13 milhões de conteúdos

30/10/2013

Quando o isoHunt anunciou que iria fechar apanhou muitos de surpresa. A importância icónica do projeto fez com que um grupo de internautas (...)
Quando o isoHunt anunciou que iria fechar apanhou muitos de surpresa. A importância icónica do projeto fez com que um grupo de internautas ressuscitasse o site de partilha ficheiros.O isoHunt, um dos mais conhecidos sites de torrents em todo o mundo, está de novo ativo, mas num endereço diferente. O isoHunt.to nada tem a ver com o projeto que fechou em meados de outubro, mas a química é a mesma - a partilha de ficheiros de forma ilegal. Atualmente o novo IsoHunt tem perto de 13,7 milhões de torrents ativos, num total de 17 mil terabytes de conteúdos. Quase todo o arquivo do antigo isoHunt - que fechou por ter chegado a acordo com a MPAA, a associação que representa os estúdios de produção de Hollywood - foi recuperado. O novo site está ativo desde ontem, 29 de outubro, como relata o TorrentFreak que falou com os criadores do primeiro projeto. Por diversas vezes é feita a referência entre a não-ligação que existe entre a nova equipa de gestão do site de torrents e a antiga. O interaface foi mantido para que os utilizadores de sempre não estranhem a mudança. "As pessoas não o querem deixar. Nós queremos que as pessoas se sintam em casa quando nos visitam", disse um responsável pelo site a propósito da longa tradição que o isoHunt tem na partilha de ficheiros, legais e ilegais. Além de preservar boa parte do "património" do site original - cerca de 75% segundo o TorrentFreak -, a nova plataforma está também a aceitar a submissão de novos conteúdos. O site canadiano de torrents fechou em meados de outubro depois de ter estabelecido um acordo no valor de 110 milhões de dólares, cerca de 82 milhões de euros, com a MPAA. Nota de redação: foi corrigida uma gralha na entrada do texto por sugestão de um leitor Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico Quando o isoHunt anunciou que iria fechar apanhou muitos de surpresa. A importância icónica do projeto fez com que um grupo de internautas ressuscitasse o site de partilha ficheiros.O isoHunt, um dos mais conhecidos sites de torrents em todo o mundo, está de novo ativo, mas num endereço diferente. O isoHunt.to nada tem a ver com o projeto que fechou em meados de outubro, mas a química é a mesma - a partilha de ficheiros de forma ilegal. Atualmente o novo IsoHunt tem perto de 13,7 milhões de torrents ativos, num total de 17 mil terabytes de conteúdos. Quase todo o arquivo do antigo isoHunt - que fechou por ter chegado a acordo com a MPAA, a associação que representa os estúdios de produção de Hollywood - foi recuperado. O novo site está ativo desde ontem, 29 de outubro, como relata o TorrentFreak que falou com os criadores do primeiro projeto. Por diversas vezes é feita a referência entre a não-ligação que existe entre a nova equipa de gestão do site de torrents e a antiga. O interaface foi mantido para que os utilizadores de sempre não estranhem a mudança. "As pessoas não o querem deixar. Nós queremos que as pessoas se sintam em casa quando nos visitam", disse um responsável pelo site a propósito da longa tradição que o isoHunt tem na partilha de ficheiros, legais e ilegais. Além de preservar boa parte do "património" do site original - cerca de 75% segundo o TorrentFreak -, a nova plataforma está também a aceitar a submissão de novos conteúdos. O site canadiano de torrents fechou em meados de outubro depois de ter estabelecido um acordo no valor de 110 milhões de dólares, cerca de 82 milhões de euros, com a MPAA. Nota de redação: foi corrigida uma gralha na entrada do texto por sugestão de um leitor Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
isohuntsitetorrentsmilhõesprojetoconteúdosinternautasimportâncianovo

O tráfego orgânico é a mais sustentável fonte de vendas para o seu negócio e nós temos o know-how de que necessita

Consultoria em SEO